Romárico Selva

Para você.

Desgraçado, maldito! Que raiva de ti eu sinto.

Nunca senti tamanho ódio por nenhum ser vivente

E mesmo se pedires perdão da forma mais clemente

Se disser que terei piedade,não acredite. Eu minto.

 

Todo meu desejo resume-se a uma coisa só

Espancar tua cabeça contra a parede mais dura,

Enfiar meus dedos em teu estômago com a força mais pura

E arrancar teu organismo sem pena, sem remorso, sem dó.

 

Te surrar com o mais sólido dentre os ferros,

Ficar dançando ao som de teus dolorosos berros

Até começares a estrebuchar babando no chão.

 

Triturar tuas pernas até ficarem aos pedaços,

Apertar teu pescoço, quebrar teus dois braços

E ter orgasmos vendo teu corpo em um caixão.

 

 

 

Comentários4

  • Hébron

    Cara!
    Poema com requintes de crueldade!!!
    Forte, fortíssimo e impressionantemente violento. Inspiração da raiva? Ou extravazou em poesia para poupar aquele que de fato merecia uma surra?
    Sou seu amigo! 🙂
    Abraço pacífico!

    • Romárico Selva

      HAHHAHAHA..Nenhum dos dois ,Hébron. Mero devaneio sobre um ser odiado que nem mesmo existe, mas se existisse estaria em maus bocados.kkkk

    • JUCKLIN CELESTINO FILHO

      Nao sei a quem é direcionado esses versos tão ácidos?Uma contundência impressionante.!

      • Romárico Selva

        Confesso que tb não sei a quem direciona-lo. Existem alguns candidatos mas não queria isso nem pra eles.kkkkkkk

      • Maria dorta

        Melhor sermos amigos! Que violenta contundência e esses raivosos ataques nunca te farão bem, presta atenção! Para ferimento tão profundo,só o bálsamo do perdão e do esquecimento curam. Que seja tudo apenas ficção!

        • Romárico Selva

          Graças ao altíssimo, é apenas ficção sim, poetisa. O mundo da poesia nos permite até raivas absurdas e amores perfeitos. Mas na realidade esta poesia em si não provem de uma raiva real não. 🙂

        • Shmuel

          Rapaz, acho que vou enviar para um ser asqueroso.kkk
          O teor da irá é forte, mas o propósito do texto é este. Perfeito!
          Abraços ao poeta,
          Romarico Selva

          • Romárico Selva

            Muito obrigado, Shimul. Pode enviar. kkkk



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.