Luiz Rossini

Mentiras

As vibrações da sua boca
Aquilo que você sentira
Você as chama de palavra
Eu as chamo de mentira

Eu nunca entendi o porquê
Ocultar o seu sentimento
Sem nenhum ressentimento

Suas palavras como escudos
Guardam a verdade
E isso me mostra
Que não há reciprocidade

Mas não tiro tua razão,
Porque atrás de tudo
Deve de haver coesão

Porém, a autencidade já deu
E a minha crença, já pereçeu
Sob tuas palavras
Minha alma faleceu

E eu sei,
Que a verdade não serei capaz de enfrentar
Então sob tuas mentiras
Me forçarei a acreditar

L.R.

  • Autor: Luiz Rossini (Offline Offline)
  • Publicado: 30 de Outubro de 2020 13:25
  • Comentário do autor sobre o poema: Este poema fala sobre a verdade que nós não somo capazes de enfrentar. E por mais que machuque acreditar na mentira, é mais fácil do que saber a verdade. A verdade te liberta, mas há um preço para isso.
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações:
  • Usuários favoritos deste poema:
  • PB Almeida, Marciléia Ribeiro.

Comentários7

  • Hébron

    Sua reflexão é bem colocada em versos muito bem construídos. O tema nos faz pensar nesses tempos do prestígio da mentira em faceta de pós-verdade...
    Abraço

    • Luiz Rossini

      Um comentário vindo do grande poeta Hébron me deixa verdadeiramente lisonjeado. Um abraço, poeta!

    • SANTO VANDINHO

      Reflexiva poesia ! " Mentira é uma Verdade que nos faz Infeliz" / "Verdade é uma Mentira que nos faz Feliz" /// Paz e Bem Poeta !

      • Luiz Rossini

        Gratidão, poeta! Paz e bem para ti também!

      • Maria dorta

        Verdade ou mentira ...ha sempre uma equanimidade. Nem sempre todos suportam uma ferida que vai o coração ferir e então,a pessoa,às vezes por caridade ou por cortesia prefere a mentira. Isso não nos exime contudo da realidade,nem de pelo fato do outro nao nutrir algum sentimento. Afinal,temos que aceitar e até perdoar,que l alguém não nos queira. Ainda bem que a musa poesia sempre nos dá a mão, alivia. Belo poema e do Amor,não desista não!

        • Luiz Rossini

          Fico imensamente agradecido pelo teu comentário, cara poeta. Do amor, não desistirei. Um abraço!

        • lucita

          Do tipo mente que eu finjo que acredito...
          Seu poema tocou em questões válidas!

          • Luiz Rossini

            Gratidão imensa por ti, Lucita. Um enorme abraço!

          • PB Almeida

            Poema muito bonito, triste, pois retrata bem uma realidade.

            • Luiz Rossini

              Fico muito grato pelo seu comentário, poeta! Um abração!

            • Roberto Pacheco

              Luiz!
              Um poema que no seu curso vai ficando mais complexo, belo... Merecendo várias leituras e releituras. Obrigado, me fez refletir sobre a "mentira de amor".
              Forte abraço poeta

              • Luiz Rossini

                Fico grato pelo seu comentário, poeta! Um enorme abraço!

              • Marciléia Ribeiro

                Adorei, está de parabéns.... impressionante como você é claro no que fala... lindo poema.

                • Luiz Rossini

                  Seu comentário faz-me transbordar de alegria, gratidão, poeta!

                  • Marciléia Ribeiro

                    Que bom



                  Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.