My dear Elen

Carlos Hades



Minha querida Elen, espero não estar lá para te ver.

Espero que o tempo e sua passagem que me definha.

Jamais consiga me fazer esquecer.

Que isso tudo que temos e fizemos, a cada dia se finda!

 

Não quero ser egoísta, mas sou, pois que não seja eu o último a fechar os olhos.

Que eu não tenha tempo pra lembrar de cada sorriso e palavra.

Que não precise ser nostálgico ao rir sozinho lembrando da sua risada.

Que sejas tu que virá a fechar meus olhos!

 

Querida Elen, quando se escolhe alguém pra dividir uma vida!

Mesmo sendo curta, rara e instável e dolorida, o que mais dói é a hora da partida.

Saber que alguém se aprofundou tanto no universo particular de uma pessoa.

E deixa a outra antes ou depois, se dando conta que tinha muito a explorar ainda!

Sabendo que as lágrimas, tocam as teclas de uma música que na mente soa e ressoa!

 

Minha querida! Espero que do universo que entraste.

Que de tudo que arriscaste!

Pra conhecer esse arremedo de homem, poeta e desastre que sou!

Que por um segundo tenhas sentido todo amor que lhe dou!

  • Autor: Hades (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 29 de outubro de 2020 09:51
  • Comentário do autor sobre o poema: Interessante que muito depois de ter escrito esses versos, descobri que havia uma música com o mesmo nome, e com uma temática intrigante!
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 14

Comentários3

  • Shmuel

    Simplesmente lindo! Escrito de uma sutileza requintada, e com muito sentimento.
    Abraços ao poeta, Carlos Hades.

  • Carlos Hades

    Obrigado amigo!!!

  • Cecilia

    Carlos,encantou-me seu poema, especoalmente a segunda estrofe, na qual vc abdica do instinto de conservação por amor. Ela me tocou, porém o poema é todo bem feito, denso, bonito.

    • Carlos Hades

      Obrigado Cecília, me deixa feliz saber que dedicou-se a lê-lo e se permitir ser tocada!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.