Carine Seganfredo

CADA UM TEM UM POUCO DE NÓS

Ninguém é obrigado a amar,

Mas ninguém nunca falou que seria fácil de soltar,

Alguns são lembrados pelas marcas que deixaram,

Outros pelo amor que plantaram,

Mas nunca foi fácil de soltar...

Do cheiro que confortava, 

Da palavra que acaríciava,

Da conversa mantida por horas no bar,

Mas nunca foi fácil de soltar...

Daquela mensagem engraçada,

Da roupa amarrotada,

Do copo esquecido sobre o encosto do sofá,

Mas nunca foi fácil de soltar...

Do beijo de despedida que nunca aconteceu,

Da conversa madura que não se estendeu,

Daquele amor que padeceu,

Mas que nunca foi fácil de soltar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários2

  • Shmuel

    Realmente, tem coisa que nos apegamos de tal forma, que fica difícil de soltar.
    Boa poesia, poeta, Carine Seganfredo

    • Carine Seganfredo

      Sim amigo,mas precisamos sempre nos adaptar.Obrigada pelo apoio.

    • Maria dorta

      Belo poema,com emoção,forma e tecnica...fica difícil de soltar sua leitura!

      • Carine Seganfredo

        Muito obrigada querida, descobri essa habilidade nessa pandemia.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.