NeivaDirceu

O tempo e a dor II


O Tempo é dádiva,
Cativa, e os pensamentos eterniza
A dor, o tempo e a eternidade
Se não soubermos contemplá-las
A alma goniza...


"Dor!...
Pouco importa quem a Inventou!
E o Tempo que levou!
Só sabemos e sentimos...
Que dói muito Tê-la"


A dor pode durar apenas segundos,
Mas, alguns segundos de dor são eternos!
Se não há cura para a infecção, grito profundo
E o tempo que não passa, que inferno!
A dor dói, destrói e o tempo?


Se a dor é uma voraz inimiga...
As vezes não suporto...
Ela me instiga...
Grito na inocência do tempo...
Na mesma intensidade e me leva, não como vento...
Mas como tempestade, e não como brisa,
Nem prioridade.


E o tempo? ele traz saudade,
Sentimento que dói!
E a dor? está no coração,
Na mente, na pele, corrói,
Oscila, é quente, desanima, dói!
E o tempo não conforta.É como o vento
Sopra,passa, maltrata,sem pressa,lento.

Comentários2

  • NeivaDirceu

    Poema mesclado, um poema de 3 ... NeivaDirceu, Santo Vadinho e Meno Maia Jr ... GRATIDÃO AMIGOS DO MEU LADO POÉTICO...

  • Meno Maia Jr.

    FOI UM PRIVILÉGIO, NOBRE POETA. UM ABRAÇO.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.