Maria Otto

[Por mais cedo que sejam as manhãs]

Por mais cedo que sejam as manhãs

por mais tarde que termine a tarde

sua boca de frescas maçãs

ao beijar-me, arde.

 

Minha nuca é nosso encontro

meu corpo, onde você dança

seus olhos me dizem conto

e suas mãos me dão confiança.

 

Todos os dias vou amar-te

e cada suspiro, toque, sopro

em cada canto, lugar ou parte,

meu coração oco

se enche de arte

 

E é assim que esse amor louco

me tira da Terra e me leva para Marte.

Comentários3

  • Maria dorta

    Lindo poema! Com arte e ardor!

  • Eras

    Belo poema, poeta.

  • Hébron

    Poesia é arte!
    Parabéns pela bela arte, poetisa
    Abraço



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.