Armando Nascimento

Beleza interna


A minha beleza está dentro de mim, as vezes esquecido por amigos, outras vezes lembrado por falsos amigos, uma beleza que suportou cicatrizes feita pelo tempo, e permanece intacta, beleza que me fez ter história de vida pra contar, agumas pessoas fingem a me amar, outras gostam de mim no momento de precisar, sou está beleza que carrega dentro de si a inocência da alma, algumas passam por mim e simplesmente finge que não me conhece, mais mesmo assim minha beleza não tá na visão de seu olhar, porquê a minha beleza está dentro de mim, assim sou feliz por saber que não tenho culpa se a tanta gente cega tentando ver em mim aquilo que só se pode ser visto com os olhos do coração, escrito por Armando Nascimento


Nunca se esqueça de viver! Viva, sinta, se importe, faça o que bem entender - desde que seja dentro da lei, ou não - mas nunca, em hipótese alguma, mude sua essência. Mude gostos, opiniões, roupas, bocas e até amores, mas nunca mude sua essência. Ela é nossa identidade, nossa identificação e ela é a última coisa a morrer dentro de nós.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.