É outono

Jonas Teixeira Nery


Aviso de ausência de Jonas Teixeira Nery
NO

O vento bate à janela do meu quarto,
balança os galhos das árvores, destoa-me!
Levanta as folhas secas caídas ao chão, aleatoriamente...
Deixa um tom cinza na paisagem. É outono!

Essas folhas que dançam no ar, que se soerguem do chão, 
impulsionadas por esse vento vagabundo, persistente,
deixa-me preso em minhas divagações e lembranças,
Preso as armadilhas desse tempo de nostalgia e ais de outrora.

É outono! Uma calmaria espraia-se por aqui...
Esse vento atropelando tudo, vai de porta em porta,
levantando folhas secas, reavivando meus abandonos.
Esse langor, essas lembranças, esse dor, tantos outonos!

  • Autor: JTNery (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 10 de julho de 2024 08:37
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 10
Comentários +

Comentários2

  • Rosangela Rodrigues de Oliveira

    Nessa época é bom hibernar, aguardar esse tempo passar. Bom outono. Bela poesia. Bom dia.

    • Jonas Teixeira Nery

      Boa tarde.
      Obrigado pela leitura. Hibernar com vinho, queijo e carinho. Bjs

    • Shmuel

      Um outono encantador!

      Excelente dia!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.