EFEITO BORBOLETA

Sezar Kosta

A brisa que antes sussurrava promessas doces,

agora se tornou, aos poucos, um vento cortante,

um sopro gélido que me arrancou a esperança do peito.

As palavras, outrora melodias que ecoavam em nossos corações,

agora se perderam em um mar de frieza e silêncio,

como ondas que se chocam contra as rochas da indiferença.

 

Aceitemos que, por mais que os nossos corações sejam nobres,

às vezes, eles se tornam cruéis espadas afiadas,

ferindo com palavras mordazes que penetram fundo,

deixando cicatrizes na alma, marcas eternas que parecem nunca sarar.

 

O olhar, que antes me inundava o peito de esperança,

agora se afasta, distante, como um navio perdido em alto mar,

deixando apenas a imensidão vazia do meu desespero.

A chama que ardia em nossos sonhos,

agora se reduz a brasas frias, apagadas pela indiferença.

 

Aceitemos que a credibilidade erguida era frágil,

Mesmo sendo construída com paciência e esmero,

Mas, diante de um sopro muito forte, poderia desmoronar,

Como nosso castelo de areia resistente até ser beijado pelas ondas.

 

Palavras, meros sussurros, não tem o poder de curar almas partidas,

Somente gestos, toques e presenças que conseguem sarar feridas.

 

Anos desenvolvendo a fortaleza da confiança, em segundos sentindo ruir,

Como nosso castelo de areia sob as ondas, sem aviso, a se extinguir,

Um passo em falso, um deslize, ecoando por toda a eternidade,

Arrependimento, sombra fiel, companheiro da saudade.

 

Mais sábio é quem zela, com carinho, do que é precioso,

Guardando cada momento, cada sorriso, como algo valioso.

  • Autor: Sezar Kosta (Offline Offline)
  • Publicado: 8 de julho de 2024 19:57
  • Comentário do autor sobre o poema: Escrever é como soltar borboletas ao vento, cada palavra voando com seu próprio encanto. 'Efeito Borboleta' é um mergulho nessa leveza que se transforma, mostrando como pequenas ações podem causar grandes reviravoltas. "EFEITO BORBOLETA" é aquele texto onde cada palavra tem o poder de mexer com os ventos dos nossos sentimentos. Eu queria capturar a essência de como pequenas mudanças podem ter grandes impactos em nossas vidas, como um simples bater de asas de uma borboleta. E sabe de uma coisa? Me inspirei naquela sensação de tomar um sorvete num dia quente e, de repente, derrubá-lo no chão – imprevisível, mas cheio de aprendizado! Minha inspiração veio daquele momento em que percebi que até um pequeno gesto, como um sorriso ou uma palavra de carinho, pode transformar o dia de alguém. Vamos lá, compartilhe suas impressões! Deixe aí nos comentários o que você achou. Quero muito saber!
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 11
Comentários +

Comentários2

  • Shmuel

    Um relato poético muito bonito!
    Como a diz a poeta Dorta: CHAPÉU!!!
    Excelente noite!

    • Sezar Kosta

      Meu amigo Shmuel, seu comentário é como uma brisa suave que acaricia as palavras deste poema. Guardo com carinho, pois sei que é precioso. Fico muito feliz que tenha lido e comentado minha poesia! Seu feedback é muito importante para mim.

    • Shmuel

      Um relato poético muito bonito!
      Como a diz a poeta Dorta: CHAPÉU!!!
      Excelente noite!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.