Egard Yosefh

Que bom..

Que bom...


Que bom acordar com seus beijinhos.

Que bom ver meus olhos
refletidos nos seus.

 

Que bom poder sentir e reconhecer o inconfundível calor da sua pele.

 

Que bom que é você. 

 

Te reconheceria de olhos fechado: basta você,  de forma singular chamar meu nome. Ou ouvir seus passos. Ou melhor ainda ouvir seu sussurro me dizendo coisas que ninguém nunca vai saber.

Ou mas perto quando ouço seu coração tocando a música feita só para mim.

 

Ah! Que bom que é você.

 

Senhora das minhas expectativas.

 

Que bom que é você.

 

E que bom que sou eu a ter você…

Comentários1

  • Cecilia

    Gostei muito do seu poema, desse despertar feliz.

    • Egard Yosefh

      Obrigado CecĂ­lia. Realmente estava inesperadamente feliz.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.