Dr. Francisco Mello

SONETOS. LEIA UM E LEVE DOIS

I

Vez por outra, sinto estar presentes
Alguns sintomas da terceira idade
São muitas memórias já ausentes 
E na mente, menor velocidade.

A juventude se desgarrou de mim
Mesmo assim, cultivo minhas flores
Otimizo cada dia meu jardim
Com gratidão, sem banzo ou dissabores.

O tempo, não espera, meus senhores
Bem por isto, em tempo os lembrarei
Refestelem-se com amigos e amores

De outra coisa importante me lembrei
Para o tempo que resta diga sim
E referente a coisa ruim, diga não sei.

II

Palavras do sábio Salomão
"Vaidade, é correr atrás do vento
Tudo que se faz, finda no chão
Tudo acontece, no certo momento"
 
Recordo o frescor da juventude
Na imagem pelo tempo amarelada
Mas tal realidade não me ilude
Tudo muda, me sinto preparado(a)

Se vir rugas, tô pronto(a) pra chegada
Nem me ligo, pro tal do calendário
Que se vá pras calenda ou coisarada.

A verdade é que cada aniversário
Comemoro, com riso e com saúde
Pra inveja do meu adversário.

 Buenas tchê - Dr. Francisco Mello - Criminalista

 

  • Autor: Dr. Francisco Mello (Offline Offline)
  • Publicado: 10 de Fevereiro de 2024 22:51
  • Comentário do autor sobre o poema: Sonetos com desdobramentos, inspirados no poema: MELHOR IDADE, da lavra da maravilhosa poetisa, EDLA MARINHO.
  • Categoria: Fantástico
  • Visualizações: 7

Comentários4

  • Shmuel

    Muito bom, Dr. Francisco Mello! A promoção está imperdível mesmo!

    Um excelente dia.

    • Dr. Francisco Mello

      Kkkkkk Gostei. Criatividade e humorismo. És louco de especial, poeta Shmuel

    • Maximiliano Skol

      Prezado Dr. Francisco, não é por marketing pessoal o título dos teus sonetos, no entanto imita promoção do produto (como diz o querido Shmuel.) Com certeza o título é um caso implícito de "dumping" intelectual por excesso de produção.
      Parabéns pela tua aventura no formato poético dos textos.
      Um baita abraço.

      • Dr. Francisco Mello

        Meu caro Dr. Max. Veja lá no poema "A MELHOR IDADE", da EDLA, o comentário que fiz. Kkkkkkk. Caso não vejas logo, vou dar um spoiler: imitei Vossa Excelência, tchê. Obrigado, prezado.
        Vou postar um poema com 3 estrofes agora mesmo. Aceito críticas. Baita abraço.

      • Altofe

        Minha referência como homem veio de meu avô um bagual grosso de Caçapava do Sul, um contador de causos nascido no século 19, analfabeto por parte de pai e mãe, mas que era mais sábio do que eu sou hoje. Sempre tive respeito por aqueles cabelos grisalhos e os ensinamentos que me presenteou. Tive sorte em conhecê-lo na sua melhor idade, quando tinha muitas de suas histórias para contar. Agora eu sou o avô, a espera dos netos que venham ouvir minhas histórias, mas parece que sou menos interessante um tal de Tik Tok. kkk. Parabéns pelos seu belos sonetos. Abs.

      • Edla Marinho

        Amigo Dr Francisco, feliz em ler , também aqui, os poemas anteriormente postados no comentário em meus singelos versos. Grata por ter gostado dos mesmos.
        Meu abraço.

        • Dr. Francisco Mello

          Sou eu quem agradece, poetisa. Sim, tchê. Gostei tanto que - com tua permissão - ampliei. Baita abraço e muchas gracias pela visita.



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.