Marcos Valerio de Souza

INCRÍVEL SENTIMENTO

 

                       INCRÍVEL SENTIMENTO

 

             Franqueei meu olhar para sempre ao teu,

             Estendi o tapete para você passar,

             Remei contra o rebojo a procura de mirra

             Na penumbra da noite vou te presentear.

 

             Ávido de sonhos, serei teu devoto

             No trono de minh’alma a rainha tu és,

             Despedi-me do mundo, só avisto você

             Agora sou teu servo, me lanço aos teus pés.

 

             O bálsamo que te acalenta lograria ser

             Lhe traria das nuvens o arrebol,

             Com inigualável adorno aformosear-te-ia

             Vos daria o universo, a lua, o sol.

 

             Em busca de ti trilharei árduos rumos

             Irei ao oásis colher-te uma flor,

             Rirei com teu riso, enlutarei com teu pranto

             A você melodiarei com assaz fragor!

 

             Debaixo de minh’asas te aninharei

             Ousarei chamuscar-te no meu ardor.

             Voarei leve e solto pela amplidão

             No afã de encontrar o castelo do amor;

             Lá deixarei o beijo mais doce

             E o incrível sentimento que está a transpor.

 

                                Marcos Valério de Souza

 

 

 

Comentários4



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.