NothingGood

Dando corda, em si mesmo

Todo dia a gente acorda
dando corda, em si mesmo
lava o rosto, se encara no espelho
dando corda, em si mesmo
até a hora do almoço, quantas vezes isso já se repetiu?
perdemos a conta, mas continuamos fazendo tudo
para seguir adiante

exceto ao domingos...

nesse dia, eu não me dou corda
deixo tudo rolar de qualquer jeito
esqueço o quanto me sinto alheio
às dores do mundo, às dores do peito
e no fim, me sinto meio satisfeito
simplesmente seguindo em frente
como um boneco de corda... com defeito.

  • Autor: NothingGood (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 13 de Novembro de 2023 20:40
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 5

Comentários2

  • Maria dorta

    Lindo tema e bem desenvolvido poeticamente. Pelo menos aos domingos tu te permites licença rsrs

  • Vênus

    Poesia muito verdadeira e bonita!!! Parabéns pela criatividade! Grande abraço!!!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.