Maria dorta

MEIA IDADE

Um dia seu, eu passarei

Minha genética será herdada

Continuará nos filhos gerados.

Como em mim vive meu pai.

Olhando_ me com muita paz,

com meus olhos azuis dele herdados

Até a miopia,que corrigi, foi_me legada.

Ele tinha gênio bom,grande coração.

Honesto,pacato,bonachão.

De minha mãe,herdei o nariz afilado,

vasta cabeleira e gênio estourado!

Era de pavio curto, eu ainda vivo em processo

Não posso ver injustiças. Reajo!

Ricos humilhando pobres? Protesto no ato!

Não afirmo ser a meia_ idade

Uma delícia. Isso seria inverdade!

Mas,dela vou desfrutando,com maturidade.

E todos meus sentidos em motilidade!.

Como,bebo, danço e amo...

Só ou bem acompanhada! 

Sou feliz e  artífice de minha paz 

Livre para desfrutar o melhor que a vida traz!

Amar e ser amada como desejar.

Vivo com leveza e harmonia singular.

Respeito e quero ser respeitada.

Até quando eu parar de respirar!

Maria Dorta. 23-10-2023

  • Autor: Maria dorta (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 23 de Outubro de 2023 19:35
  • Comentário do autor sobre o poema: Apenas momentos de reflexão partilhados.
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 17

Comentários4

  • Shmuel

    Caprichou demais neste poema! Adorei e vou adotar estes versos sábios.

    Excelente dia!

    • Maria dorta

      Não exagere,meu caro amigo. Estou tão longe da sabedoria rsrsrs gratidão!

      • Shmuel

        Tá não... querida amiga!

      • Antonio Luiz

        Lindo poema, caríssima poeta Maria Dorta: parabéns!

        Um abraço!

        • Maria dorta

          Gratidão por tuas gentis palavras. E pela interação! Um abraço.

        • Maximiliano Skol

          Minha querida Dorta, tem de ser você mesma: assertiva, de bem com a vida e sem trair a sua rica genética.
          Que essa sua idade se prolongue hígida e abençoada.
          Um beijo.

          • Maria dorta

            Quero ser você amanhã,Max...mas teria que nascer de novo rsrsrs assim fica difícil. Gratidão por tua interação e tuas palavras! Abç

          • Girassol

            Que poema lindo! Me traz uma sensação de leveza! Parabéns pelas lindas poesias!

            • Maria dorta

              Eu que te agradeço por tanta simpatia e pela empatia com meu poema. Um abraço



            Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.