Passagem para o Ano novo

Viviane.93

Hoje, saí de casa.

Arrumei a cama e coloquei todas as minhas roupas favoritas em uma bolsa, inclusive aquela blusa florida com mangas longas que eu tanto gosto. Fiz meu último “show” debaixo do chuveiro, cantando o meu ‘top’ 10 das clássicas da Beyoncé. Me olhando no espelho, passei 10 minutos tentando definir os meus cachos. Como rebeldes que são, não quiseram cooperar comigo. Percorri a cozinha e vi que não havia torneiras ligadas e nem o fogão estava soltando gás (espero que eu esteja certa, sou tão esquecida!). Olhei para as paredes pela última vez, com a incerteza se aquela era uma decisão correta, mas com um impulso corporal, quase como uma memória muscular, forçando minhas articulações a cruzar aquela porta.

Saí, e penso que não volto mais.

Agora você está pensando que sou radical e que eu poderia, ao menos, ter te dito adeus, mas saiba que, por muito tempo, deixei vários bilhetinhos de despedida na esperança de que você os lesse e percebesse que, a cada dia, uma parte de mim se despedia gradualmente de sua presença, e não permitisse mais minha fragmentação. Como se eu fosse uma estátua de barro que, com a ação do vento, vai se desfazendo gradualmente em grãos de areia.

Enquanto houver estrada, irei caminhando, sempre em frente!
Não se preocupe! Seja feliz!

  • Autor: Viviane.93 (Offline Offline)
  • Publicado: 1 de outubro de 2023 11:02
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 2

Comentários2

  • Maria dorta

    Se foi mesmo uma decisao pra valer, estás de parabéns por se respeitar. E deixando tudo pra traz, se preserver. Se tudo foi criação poética...bravos! Meus aplausos!

  • Shmuel

    Nossa que legal! Nesta hora que antecede o Adeus é bom sempre ficar atenta para não esquecer nada. Mas normalmente esquecemos algo.... brincadeiras a parte.rsrs! Teu texto retrata a postura de uma mulher que tomou a melhor decisão, com um humor , leveza, e um pouquinho de incerteza, tudo isto faz parte do ritual do momento.


    Abraços a nobre poeta...keep walking!!!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.