Todas as estações em mim

Shmuel

 

Este sol ardendo nos olhos

Quisera ainda fosse verão

Um calor dissimulado, beirando o incômodo 

Não sinto falta de blusa

Por enquanto 

Logo, o frio chegará em mim

Em rigoroso inverno

Incrível essas mudanças climáticas  Recordo o dia claro

Desta manhã que se esvazia lentamente 

Estranho… esta chuva insistente

Parece outono, fazendo descaso da

Atual estação 

Quem sabe mais tarde

O tempo melhora

Disseram mesmo que choveria

Acertaram a previsão

A moça da televisão, ri aliviada 

Parece verão

Meu coração encharcado 

Nada entende de clima

Ouve atentamente os pingos barulhentos

Milhões de pingos nos telhados

Penso na rosa vermelha que vi

Depois de tantos infinitos pingos

Espero que sobreviva as intempéries

  • Autor: Shmuel (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 15 de setembro de 2023 07:49
  • Comentário do autor sobre o poema: Usando as estações para externar uma tristeza...sei lá! Tentei umas conotações, algo assim! Poderia somente dizer: estou triste e lá fora chove, faz frio, sol... Mas a coisa saiu do controle deste aprendiz.
  • Categoria: Triste
  • Visualizações: 30
  • Usuário favorito deste poema: LEIDE FREITAS.

Comentários3

  • DAN GUSTAVO

    Lindo, Shmuca...! E às vezes aqueles dias mais nublados ou 'lusco-fuscos' têm essa mania de nos deixar mesmo assim! Mas nada que um chocolate quente, um chá... ou no nosso caso um 'poeminha no capricho', não resolva!rs E qual foi a garota do tempo que falou... foi a Jacqueline Brasil?!rs Um bom dia e um ótimo final de semana, meu irmão em letras!

    • Shmuel

      Verdade meu irmão em letras! Adoro ler os teus comentários.
      Hoje sol aqui em SP. Se a praia fosse mais perto iria dar uns tibuns.

      Abraços

    • Sergio Neves

      SERGIO NEVES - ...meu amigo, essa tua toda tristeza (...fique assim não!) te inspirou profundamente...,...isso é bem notório pelo sentimento poético que o acometeu em razão disso...,...o mote das estações do ano foi "no alvo"...,...elas são bem pertinentes como metáforas à indicação de "humores", já que são diversas e alternadamente "cíclicas" como são nossos sentires por essa vida afora...,...dá até pra dizer -"eufemisticamente"- que foste muito feliz no versar dessa tua "infelicidade"...,...embora um tantinho "amarguroso", esse teu poema ficou pra lá de bonito... // ...dizem por aí que "...depois da tempestade vem a bonança..." /// Abçs.

      • Shmuel

        Nobre poeta o teu comentário será sempre bem vindo! Uma análise bacana deste meu texto! Fico sempre no aguardo das tuas palavras.

        Abraços

      • LEIDE FREITAS

        Um belo poema, apesar das nuances de tristeza.

        Boa noite, caro poeta Shmuel!

        • Shmuel

          Nobre poeta que bom tê-la por aqui.

          Um excelente dia, beijos!



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.