Isel

Ausência

Acostumar-se com alguém,

Num lugar de convívio,

E de repente,

Tal pessoa ficar ausente.

Me faz sentir-se estranho.

O amigo que jogava comigo aos fins de semana,

Ou até mesmo aquela professora bacana,

A amiga de treinos da academia,

Ou o amigo traumatizado pela pandemia.

O amigo engraçado e frenético,

Ou os escritores do Meu Lado Poético.

Quão estranho é não ver suas postagens por aqui.

Mas espero em breve poder apreciar suas maravilhosas e inspiradoras poesias.

 

  • Autor: I$EL (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 17 de Março de 2023 00:59
  • Comentário do autor sobre o poema: Espero que gostem, Mas realmente senti um pouco a ausência de alguns poetas e poetisas que ficaram ausentes recentemente. Espero que estejam bem.
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema: Lia Graccho Dutra.


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.