mcegonha

Mocidade!

Naquela igreja velhinha,
meu destino talismã,
aprendi a amar no hoje.
Porque posso não estar por cá amanhã!
Que seja o que tem de ser,
desde que seja interior,
sentimento em verdade.
Mais vale sorrir em felicidade,
que chorar, por perder a mocidade.

  • Autor: mcegonha (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 25 de Janeiro de 2023 02:10
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.