offduzzer21

Papel Amassado



Empurram-me no limbo, e

O céu diminui a cada segundo.

Acendo meu cachimbo, e

A fumaça aumenta a cada defunto.

 

O mundo parece melhor agora,

Sem eu para esperar na porta,

Sem nós para deixar tudo mais escuro,

Sem vocês para usar de escudo.

 

Sortudos são os que se jogaram,

Não tiveram a honra de ser descartados.

O que me resta é seguir os que ficaram,

Perdi horas planejando me descartar,

Agora afundo com os punhos meio cortados.

 

Lixo é descartável,

Pessoas não são descartáveis.

Me tornei lixo pois fui descartado.

Amassado, Rasgado, Largado.

  • Autor: offduzzer21 (Offline Offline)
  • Publicado: 20 de Dezembro de 2022 02:27
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 16


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.