Anaaf

Cartas para a dona morte

*!Este poema pode conter gatilhos!*

 

                   

 

Lhe mandei cartas a dois anos atrás com vontade de partir

Você nem sequer olhou para mim

Se fez de desentendida e me deixou aqui

Agora depois de tanto tempo que escrevi para você, entendi porque me deixou viver

Mesmo o mundo se tornando sem cor de vez em quando, e a dor me abraçando

Ainda posso ver a cor dos olhos daqueles que amo.

Mesmo que apenas me reste chorar mares por aqueles que partiram

Ainda estarei disposta a viver milhares, para dizer a mim mesma que consegui suportar dias insuportáveis, que muitas vezes me fizeram querer estar a sete palmos daqui.

 

 

  • Autor: Êxtase da poesia (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 6 de Dezembro de 2022 19:36
  • Comentário do autor sobre o poema: Boa leitura a todos!
  • Categoria: Triste
  • Visualizações:

Comentários4

  • Leonardo Cândido

    Incrível!! Me arrepiei todo, estou feliz que você superou a morte. Também ja escrevi cartas a ela, e sou grato por ela ter me deixado viver.

    • Anaaf

      Que bom que você também conseguiu superar essa fase, fico feliz por você. Obrigada pelo comentário!

    • Antonio Luiz

      Triste, mas muito bem produzido!
      Parabéns!

      • Anaaf

        Obrigada!

      • EVieira

        Creio que não foi a morte que deixou voce viver, mais a presença de Jesus que não deixou voce sozinho...Bela escrita

        • Anaaf

          Obrigado!

        • Camila Viana

          Eu escrevi a mesma carta por 4 anos consecutivos e de vez em quando, a tentação de envia la novamente percorre minha mente..
          Que susto.... parabéns por ter sobrevivido



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.