Maximiliano Skol

O COSMOS PERANTE MIM


Aviso de ausência de Maximiliano Skol
NO

Eu via todo o  Cosmos  ante mim, 
Via  nuvens de gases e poeiras,
Via sóis em formação e sóis sem fim,
Também Buracos Negros qual coveiras.

E de galáxia em galáxia, eis que enfim
Na Via Láctea estou por entre as beiras
E me encontro  na Terra, pois assim
Me foi dado nascer nas suas eiras.

M' ensimesmando longe dos viventes
Concentro meus sentidos no que vejo:
Vislumbro o azul de nuvens envolventes...

E pequenino sou, então me ensejo
Alcançar o meu cerne tão infindo,
Tão íntimo... e espantei-me existindo.

Tangará da Serra, 23/11/22

  • Autor: Maximiliano Skol (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 24 de Novembro de 2022 14:39
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários2

  • Elfrans Silva

    "Viveremos, talvez, o máximo, porém, mesmo assim, não viveremos o mínimo; em algum lugar, em algum momento de algum dia, esqueceremos ou deixaremos de viver alguma coisa...tamanha nossa pequenes diante desse cosmos fantástico! Imagine, então,, a dimensão do seu criador!??!! (Elfrans Silva")
    Espetacular poema, meu nobre amigo poeta

    • Maximiliano Skol

      No chamado Salão Nobre do Colégio onde estudei havia um quadro com o versículo: " Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das Suas mãos." . Isso serve para complementar o seu comentário, prezado Elfrans. Impressiona- me a sua índole religiosa. Fico-lhe muito grato pela sua participação que nunca falha quando o assunto se refere ao Criador.
      Um forte e amigável abraço.

    • LEIDE FREITAS

      Sim, viver é divino...Lindo soneto!

      Bom dia, caro poeta Maximiliano Skol e excelente fim de semana!

      • Maximiliano Skol

        Bom dia, querida Leide.
        Que você tenha um excelente fim de semana numa das praias do seu abençoado Ceará.
        Um beijo.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.