Nilma Lima

Rios de felicidade


Sorrisos de encantos, encantos de pessoa, da beleza da pureza, cheiro de flores ,encanto de amores.
Rios de felicidade, nos mostram o quanto é lindo ser feliz de verdade. Em um lindo olhar, em um belo sorriso, sorriso de criança que logo me encanta , que me faz sentir que existe esperança. Que fragrância grandiosa, assim ezala o amor; que canta, sorri, que ama sem dor...que gracioso é o amor, assim se entrega à rios de felicidade.


No rio me vejo
Qual narciso me envaideço
Tenho pressa, sou correnteza
Por vezes calmo,
Sim sou um rio!
As vezes largo,
as vezes estreito,
Sou berço, sou leito
Trago flores nas encosta
E um sol que me aquece
A noite a lua me beija
A noite os peixes fecundam
Meus antepassados eram rios
Volumosos, caudalosos
Apressados corriam para o amar
Nunca perguntei o porquê
Como disse: sou rio,
silêncioso e discreto.


Sou rio
Mas,pouco sorrio,
vivo um grande desafio:
O desmatamento anos a fio...
Eu que Sávio tua sede,
forneço peixes,antes saudáveis,
Quando represado, forneço energia,
força vital das cidades.
Hoje,me vejo minguado,poluído,
Tenho os dias contados,estou minguando


Sou rio que chora
Num grito das saudades de outrora
Percorro meu caminho
Vejo as impurezas da vida
Nos caminhos sinuosos sou envolvida
Vem a chuva lavar, purificar
E meu leito ressignificar
Para a felicidade plenificar
No silêncio das curvas
Percorro minha jornada
Num sentir sem reservas
Fico fascinada
Num encontro transformada
Com o mar sou ornada
Com um encontro
Hoje somos um
Eu e o Mar
Por isso sorrio
Sendo rio
Para o mar.
(Neiva Dirceu - (ND)

  • Autores: Nilma Lima (Pseudónimo, Shmuel, Maria dorta, @(ND)
  • Visível: Todos os versos
  • Finalizado: 3 de Novembro de 2022 02:00
  • Limite: 6 estrofes
  • Convidados: Amigos (usuários da sua lista de amigos podem participar)
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.