Maria dorta

Coração

Este coração sonhador,

que tanta já sofreu por amor.

Apesar de inacabado

coração carnal,sofredor.

Tanto já bateu por amor,

 foi  de desgosto  ou raiva?

Pouco importa, sofre dor.

A ela já me acostumei.

Continuo te amando sim,

Hoje, amanhã,até o fim!

Maria Dorta  20-09_2023

 

 

  • Autor: Maria dorta (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 20 de Setembro de 2022 23:44
  • Comentário do autor sobre o poema: O amor sempre me vence e me faz melhor.
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários7

  • Antonio Olivio

    O amor é a nossa mola propulsora, que nos lança a vida!!!
    Aplausos Dortinha!!

  • Maria dorta

    Verdade,poeta. E como é maravilhoso o saltitar dessa mola,embarcar na montanha russa do amor e entregar_ se, aos gritos, às emoções delirantes,impactantes que só o amor proporciona! Gratidão por te,_ ló aqui lendo meus delírios!!

  • DAN GUSTAVO

    Com o amor não tem conversa, Dortinha: é amar e ser feliz e pronto! Ou o que ele em conjunto com o nosso coração nos reservar mais!rs Seja feliz! Boa tarde e tudo de bom!

    • Maria dorta

      Sou feliz ao ler esses teus maravilhosos comentários nos meus simples versos. Gratidão e abraços.

    • Vilmar Pereira

      Sem coração e sem amor o que seríamos? E conjuntamente com a nossa mente e os nossos atos que nos diferencia dos animais irracionais. Parabéns pelo poema. Um abraço e tenha uma boa tarde!

      • Maria dorta

        Teus comentários inteligentes me aquecem a alma. Gratidão pela interação. Abraços poéticos.

      • LEIDE FREITAS

        Não importa as desilusões...o amor sempre prevalece. É sempre um prazer ler-te.

        Boa noite, poeta Maria Dorta!

        • Maria dorta

          E sempre te agradeço essa interação e teus comentários
          Gratidão.

        • @(ND)

          Que lindooooo, amei ler sobre o amor e dor. Poeticamente enche o coração de quem lê... Abraços poeta Maria Dorta, tenha um dia de luz!

        • Maria dorta

          Gratidão por tua interação. Ela muito me honra! Abç



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.