Viglio Schneider

Autoconhecer-se

Dói resistir, dói soltar, dói sentir.

Dores, que atravancam o fluir da vida

Que se derramam em mim

Mostrando o que não sou.

 

Dor que gera desconforto,

Que pesa o peito e o viver,

Que dá medo, 

Crises nervosas em nosso ser.

 

Mas que não nos engana,

Pois também dá ganas

De expressar e resolver,

Para que pare de doer.

 

Pois é entre a ordem e o caos

Que existe um caminho,

E ali o destino,

que é se autoconhecer.

 

  • Autor: Viglio Schneider (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 18 de Agosto de 2022 21:44
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações:

Comentários1

  • Maria dorta

    Ótima filosofia de vida,externada em um bom poema. Pílulas de sabedoria,sabor a' poesia. Aplausos!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.