Viglio Schneider

Chronos Vitalis

Nada mais saboroso do que as confirmações que o tempo nos traz.

Dos tempos em que não adiantou avisar,

Dos tempos em que não se escutou o sentir,

Daqueles que cegos pelo ego

caminharam em direção ao abismo de mãos dadas.

 

Agora me regozijo, com terapia e vinho,

Machucado sim, mas limpo, sorrio.

Não por mal, mas para curar

As insanidades daqueles que perdidos,

A força, vão criando caminhos sobre os outros.

 

Sem ética, nem crivo, agora pelejam entre si

Recebendo de volta toda a dor que causaram a mim.

Cada arranhão insensato, por menor que seja.

Despencam agora no penhasco das suas certezas.

 

Não sabendo onde vão cair.

Comentários1

  • Maria dorta

    As vezes o vinho é bom conselheiro ou então adormece as dores,cura as feridas da alma. Ainda bem que com o tempo achamos o devido remédio: outro amor para redemir o primeiro. Ótimo teu poema,teve ressonância total em minha alma. Chapéu!

    • Viglio Schneider

      O tempo cura e o deixar acontecer é muito importante, as vezes travamos batalhas para não sofrer e acabamos sofrendo mais, os víveres nos machucam, mas a sempre uma maneira de ser fugaz e o desapego de fazer o outro entender suas más escolhas é muitas vezes a melhor maneira de agir. Ação na não ação. 🙂



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.