Helena Rodrigues

Partida Inesperada...!

Partida Inesperada…

 

… A tua partida

Foi tão rápida

Inesperada,

Deixando para trás

Tudo, ninguém leva nada…

 

Como pássaros

Que não sabem voar

Ficaram todos

No teu ninho a brigar…

 

Esquecendo a dor

Da tua ausência,

Sobrepõe -se o valor

Acumulado pela tua existência…

 

Não sendo, nós 

As pessoas mais amigas,

Fomos muito próximas 

Sempre fui verdadeira

E, sem rodeios 

Vejo agora de certa maneira,

Que são sempre os valores

A  " falar "

Não, não me encaixo

Nesse lugar…

 

Sinto por partires ,

E teres pena de os deixar,

Ainda com tanto para viver,

Se agora os pudesses olhar

Morrerias novamente só de os ver…

 

Autor - Helena Rodrigues 

  • Autor: Helena (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 6 de Agosto de 2022 10:04
  • Comentário do autor sobre o poema: A morte, deixa sempre dor e saudade... Infelizmente em alguns, só importa os bens para lutar... Vale bem mais ser pobre... Ao menos o amor é verdadeiro...
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários3

  • Elfrans Silva

    Infelizmente, em muitos casos, as pessoas são medidas pelo quanto têm, como disseste, "Vale bem mais ser pobre... Ao menos o amor é verdadeiro...". Encontrar quem aceite o outro sem que o meça pelo que possui, é que está dificil demais. Embora todos são conscientes que desta vida ninguém leva nada. Infelizmente é assim. Abraços fraternos poetisa, e aplausos pelos teus oportunos versos

  • Flor Luz

    Muito bonito seu poema , Helena! Você se expressa muito bem.

    • Helena Rodrigues

      Muitíssimo Agradecida por tão generoso comentário. Grata
      Abraço

    • Maria dorta

      Poema com urdidura perfeita e com expressão do que és: humana, verdadeira,amiga leal e ser humano acima dos interesses das posses finitas desta terra. Chapéu,!

      • Helena Rodrigues

        Muitíssimo obrigado, minha querida amiga Poetisa e professora, por suas palavras de elogio há minha pessoa. Grande capacidade a sua de ler entrelinhas, é verdade eu sou assim mesmo.
        Grande Abraço



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.