Rebeca Costa

Até não ser mais

Ver tudo isso de camarote

Sem poder fazer nada para evitar

Estou assinando minha sentença de morte

Todas as vezes que a vejo voltar

 

Voltar para alguém que já fez o que fez

Amar quem jogou fora o seu amor 

Já deve ser a décima vez 

Que você a decepcionou 

 

Logo você, tão bom e tão honesto 

Até não ser mais

Era só um idiota completo 

Se passando por um bom rapaz

 

E até quando vai fazer isso com ela? 

Não pense em você, só pense um pouco nela

Você nem mesmo cumpre o que diz

Como vai ser capaz de fazê-la feliz?

 

  • Autor: Rebeca Costa (Offline Offline)
  • Publicado: 29 de Junho de 2022 10:58
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema: Kris Rô.

Comentários1

  • Isel

    Palavras de coisas que infelizmente ocorrem.
    Mas nem sempre devemos escrever ou ler apenas o que é bom aos nossos olhos.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.