LEIDE FREITAS

MEDO

MEDO

 

Não deixe de viver

Porque está com medo

O medo faz parte da vida

É o nosso instinto de sobrevivência

De proteção do outro

E de nós mesmos

Alguns medos têm fundamentos

Outros somos nós que criamos

Às vezes, nem percebemos

Que o inimigo que está no comando 

Está dentro de nós, pulsando 

Ou latente…Medo…Medo

Lute, expurgue e expulse

Esse ser que não faz parte

Da tua essência…sobrevivência

Resiliência, isso sim, te faz crescer

Ser forte, sobreviver

Vá além do sobreviver, vá viver

Porque "viver" é o segredo

É o início da procura e do encontro

Do que te faz feliz.

 

 

LEIDE FREITAS 

( 28.06.2022)

 

 

 

  • Autor: LEIDE FREITAS (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 28 de Junho de 2022 15:41
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações:
  • Usuários favoritos deste poema: Kris Rô, Shmuel.

Comentários3

  • Maximiliano Skol

    Querida Leide, dizem que "o medo é o pressuposto da coragem". O Medo é uma tentação para o fracasso, mas superá-lo é preciso. E daí a vitória.
    Reflexivo poema.
    Um beijo.

    • LEIDE FREITAS

      Obrigada por tua leitura e apreciação.
      Boa tarde e excelente semana!

    • Edla Marinho

      Boa noite, Leide, linda poetisa.
      O medo, se não é exagerado serve de alerta, mas não se pode deixar de viver, não é?
      Feliz em ler - te, meu abraço!

      • LEIDE FREITAS

        Feliz por tua apreciação. É sempre um prazer ler teus comentários. Gratidão.
        Boa tarde e excelente semana!

      • Vilmar Donizetti Pereira

        O medo serve para sabermos que tudo tenha um limite e um respeito para que possamos observar... Parabéns pelo belo e reflexivo poema. Um abraço e tenha um bom dia poetisa Leide!

        • LEIDE FREITAS

          Obrigada por teu comentário. É sempre um prazer ler-te por aqui. Gratidão.

          Boa tarde e excelente semana!



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.