Claudio Reis

O AMOR BEM NO FUNDO DOS OLHOS

São tantos os desejos meus
Vivo a imaginar nossos carinhos sob a luz do luar
Os passeios de mãos dadas pelas ruas e calçadas 
Nós dois livres numa tarde ensolarada a beira mar
O meu e o seu semblante tomados de sorrisos
Mas o que mais desejo mesmo é o seu olhar

Quero olhar bem no fundo dos teus olhos
Enxergar os campos belos e floridos em que me colocaste
O inverno aconchegante em que você me aqueceu
Todo calor do verão que me fez sentir emoção
Aquilo tudo que me faz não parar de em ti pensar 
Principalmente as loucuras dessa rara paixão
As belezas da sua natureza que me fazem no ar flutuar

Ainda que eu quisesse fugir de tudo isso 
Os ventos do destino que trouxeram-na, não deixariam
Conspira ao nosso favor toda complexidade do Universo 
Sim! É como mar que beija a praia, sim, é amor

Mas também desejo que olhe bem no fundo dos meus olhos
Perceba minha emoção quando estiver me olhando
Poderá ser difícil para assim você entender 
Essa minha vontade de gritar para o mundo saber
Vou fazer minha voz ir bem longe pra você acreditar
Como o sol e a lua, meu amor por ti é eterno
Dia e noite e em todas as estações ele estará 
O meu maior desejo é, de para sempre te amar.

Cláudio Reis 
 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.