Mony

Tempo de mudanças

 

Chegou mais um tempo de mudança,
Tempo de viver, o inesperado 
Tempo surpresa, afinal não esperava mudança alguma acontecer

Com todas as resistências que involuntariamente meu ser faz diante deste tempo presente
Ainda assim, pego a muleta e entro com firmeza e elegância para praça 

Firmo os olhos ao vento e encaro a mudança, o touro da vez 

Há touradas mais desafiadoras  que causam mais ou menos medo 

Não tem jeito,
Sendo touro de lídia ou manso tem que ser enfrentado
O tempo de hoje é de lídia, 
minha sorte que no meu interior há uma sede de transformação,  uma força que impulsiona quando não há outra solução

Enfrento touros e touros, 
a tourada vira um grande espetáculo 

A única missão é ser ganhadora
Neste caso não há outra escolha, ou enfrenta o touro de lídia com respeito e coragem ou já se entrega antes mesmo de acontecer o novo tempo.

Tempo da braveza, tempo do Miura
Assim passa o tempo, passam espetáculos, lídia, Miura, pessoas, desafios 
De todos, o maior Miura está dentro de cada ser

Que vença o melhor!!

 

 

 

 


Por Mony

 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.