Barbara Guimaraes

Poeminha estranho...

Boa noite  ou bom dia ... com poesia estranha...

Poeminha estranho
Escrevo...

Eu escrevo coisas estranhas, 
coisas que saem 
das minhas entranhas
 e os leitores
 procuram encontrar, talvez
 uns pedaços  deles soltos, 
perdidos no ar...
escrevo até  
segredos, isso não 
 posso afirmar...

Escrevo e esqueço, 
não  uso borracha
 para apagar, uso  
o copiar e colar... ah!
esqueci de falar...
 não  uso  caneta nem
 papel, só o  teclado 
 do celular...

Bárbara Guimarães 
D/A9610 98

  • Autor: Bárbara eu sou (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 1 de Abril de 2022 21:17
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários1

  • Maria dorta

    Muito singular. Foi criativo e intuitivo. Bravo!

    • Barbara Guimaraes

      Ou amiga! Um abraço! Vc sempre generosa.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.