Cassio Lima

À ESPERA

À espera, de algo acontecer...

O som do vento, carrega brisas de tranquilidade...

Os sonhos aparecem ao amanhecer...

Às vezes, é tudo o que temos, para amenizar o impacto da realidade.

Quando fecha os olhos, é como se quisesse se desconectar, mesmo que por poucos instantes...

Liga o chuveiro, deixa a água bater em suas costas...

Deseja que tudo de ruim, possa passar de uma só vez , e volte a ser como antes...

Se ajoelha, ergue a cabeça em direção ao céu, fica aguardando que suas perguntas, obtenham respostas...

Quando a chuva começa a cair...

Fixa o olhar através da janela, lágrimas se misturam ao vidro com as gotas lá fora...

Que a cura possa existir, e que a inspiração em ti renasça, e não te deixe desistir... 

E que possa aprender, a ser sincero com consigo mesmo, e admitir que ninguém é perfeito, e que é normal algumas vezes, ter vontade de simplesmente ir embora...

 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.