Conrado Kunimund Wutke

Emboscada

La vem aquela brisa da manhã....
Entra em nossos sonhos...
Não quer nos deixar acordar...
E sem nenhuma razão...
Caímos numa emboscada...
Onde olhares se cruzaram...
Sobraram dores no coração...
Saímos a procura de respostas...
O que aconteceu...
O coração não achou abrigo...
E o enigma da vida diz...
Não posso ficar contigo...
Não quero mais ser feliz...

 

 

 

Comentários1

  • Maria dorta

    A vida tem dessas ciladas. Mas,você se saiu bem e transformou o caso em poema. Chapéu!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.