Elfrans Silva

O AMOR E O AMORICO

(Diferença entre Amorico e Amor) 

Em se tratando de amar, vou logo te avisar
Taí algo com o qual eu me implico
Diferença está no ar, na maneira de gostar
Se não entende, eu te explico 
Tu só quer desencalhar, tuas trouxas ajuntar
É uma postura que eu critico
Isso nunca foi amar, é o famoso "só ficar"
Nada além de um "namorico' 

 

Um caso de bobeira, ou nuvem passageira
Um ombro pra se encostar 
De sair pra bebedeira, e acabar na saideira 
Quando o dia se aclarar 
A fase namoradeira dura até férias inteira 
Até o verão se acabar 
Depois vira em zoeira, pessoa fuxiqueira
Sem moral pra argumentar 

 

No vizinho dá notícia, vira caso de polícia 
Pra arrumar uma pensão 
Trabalhar lhe dá preguiça, ajeita na justiça 
Sustentar até os irmãos
Crescendo na cobiça, na vida agitadiça
Vive sem despreocupação 
Se a situação enguiça, e a vida desperdiça
Amorico eu quero não. 

 

Eu prefiro o AMOR de alguém que me propor
Pra levar um caso a sério 
Na alegria ou na dor, ser parceiro de valor
Com clareza, sem mistério 
Se doar com mais fervor, sacrifício de amor
Dialogar sem vitupérios 
Maior tempo lhe dispor, toda vida, como for
Um recanto suave, etéreo 

 

O carinho indizível, apego imprescindível 
Constante em nossas vidas
De modo flexível, aceitar o mais plausível 
Em questões irresolvidas
No debate factível, portar-se bem sensível 
Primar a razão polida
Com o coração sensível e a alma aprazível 
Se amando sem medidas 

 

Essa é a diferença que causa desavença 
De igualá-las, me abdico
Quando a cabeça pensa, evita convalescença 
Desse modo eu simplifico
O AMOR é a presença da paz viva e intensa
É sentimento que indico
A clara evidência de amar com imprudência 
É sintomas de AMORICO

  • Autor: Elfrans Silva (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 19 de Dezembro de 2021 00:17
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema: Janderson Shady.

Comentários2

  • Nelson de Medeiros

    Bom dia, poeta

    O amor de verdade é inconfundível, atravessa fronteiras, voa além do infinito.
    O resto é sim, namorico.

    1 ab

    • Elfrans Silva

      Bom dia meu caro poeta Nélson. E não é mesmo? São diferenças tamanhas. Ainda se crê no amor firme e bem definido. Um caloroso abraço meu nobre amigo. Excelente semana.

    • Maria dorta

      Boa distinção fizeste entre amor e amorico. Se for combinado,cada um vive um ou outro e fica o papo encerrado. Pelo menos no amorico não ficam muitas sequelas rsrs

      • Elfrans Silva

        Olá poetisa das Alagoas. Prazer ler seu ponto de vista. Bem conversadinho realmente no final cada um paga sua conta e continua tudo certo rsrs. A fila anda kkk. Abraços fraternos amiga poeta Maria Dorta. Saúde e paz.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.