offduzzer21

Até nunca mais

Olá. Foi assim que tudo

Terminou. Atravecei a névoa

Plácida, te vi, mentiu.

 

Passo a passo, a agonia atingia,

A raiva invadia. Minha alma,

Tristeza, vazio, tudo te causa

Medo. Medo de que se conecte a

Você. Entendo. Contemplo.

 

Estamos a um soco de distância,

Os dentes rangem, quase quebram,

Mas tua boca é de diamante. Suplicante.

A mão não consegue fugir, a mente

Eclode, chegou a hora do toque.

 

Vômito, nojo, asco, nada

Descreve tua reação ao

Nosso tocar. Abro minhas cordas

E, antes do ar fluir, morres.

  • Autor: offduzzer21 (Offline Offline)
  • Publicado: 10 de Novembro de 2021 07:35
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 23
  • Usuário favorito deste poema: Fer.

Comentários1

  • Maria dorta

    Um tanto surreal mas,sem duvida,chama nossa atenção!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.