Helena Rodrigues

Arrogância e Prepotência

... Não, não. Sou 

Culpada de nada ..

Não fui eu que errei !

Eu de início te Alertei…

 

              "Quem tudo quer

                Tudo perde "

 

A , ambição  desmedida

Leva há perdição

Leva há subida e há descida

Está em combustão

Como um vulcão…

 

Quantas diferenças

Em nós dois !

Minha opinião não contava

Quando eu tentava

Argumentar, a resposta era

Sempre pra depois…

Não te metas, 

não sabes nada 

 

E, eu olhava calada

Vendo como tudo

Se afundava

Por isso não venhas 

Agora dizer que sou 

Culpada ?!?!?!?

 

Porquê, ? Por ter visto

Primeiro

Aquilo que não querias ver

Por eu saber que já nada

Havia a fazer…

 

Não, não vou aceitar

Esta culpa que não é minha

Por a quem de tudo, quis alertar… 

Se digna- vá simplesmente

A me mandar calar…

 

A soberba é má conselheira

A vaidade é ilusão

A humildade ,  Verdadeira

É, sim a primeira , a nos deixar, ganhar o Pão…!



Autor - Helena Rodrigues

 

Comentários2

  • Edla Marinho

    Boa noite, querida Helena.
    Há gente que se acha superior, não é?
    Cedo ou tarde cai aprender.
    Mas essa situação (imaginária, creio) lhe rendeu um interessante poema, gostei!
    Desejo-lhe uma linda noite de paz.
    Meu abraço.

    • Helena Rodrigues

      Muitíssimo Agradecida por suas palavras amiga Edla, tomara que fosse imaginária... Mas tudo o que escrevo são capítulos de vida por mim vivenciados...!
      Beijinhos e um grande abraço

    • Cecilia

      Gostei muito, Helena. Abraço carinhoso.

      • Helena Rodrigues

        Muito obrigado minha querida Poetisa, um comentário seu tem muita importância para mim... Pois já viveu muito, e leu muita coisa...
        Estes meus escritos são capítulos de vida , não sei escrever ficção...
        Beijinhos e um grande abraço



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.