kitriviev

Espelho da noite

Nuvem escura!

O que tu fulguras na face da noite?

A morte ceifando com a tua vil foice?

As portas abertas ao assassinato?

As barbáries dos homens que são desingratos?

O pai de família que é baleado?

O estado que afaga o ladrão desgraçado?

O povo que ama a libertinagem?

O puerio que aprende a malandragem?

 

Nuvem escura! O que tu és?

- Sou o espelho da terra, mostro ao homem a tua fera.

 

Comentários1

  • Just Strangers Memories

    "sou o espelho da terra, mostro ao homem a tua fera."
    simplesmente lindíssimo
    adorei o poema
    poste mais!
    Abraços.

    ~Stranger



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.