Abel Ribeiro

Contra si dizer


Aviso de ausência de Abel Ribeiro
NO

 

Na misteriosa pergunta sobre si

Cada humano goza o direito de ser

O que é, e o que não é viver

 

A linha reta não existe

A vida é ônus e bônus

Prazer e desprazer

 

Ser é ter e não ter

É re-la-ção do viver

É o modo de colher

 

Esse doce amargo verbo

Já me fez ver a delícia

E o desprazer de ser você

 

É desafio se ver

No espelho da identidade

Nos faz estremecer

 

Façamo-nos então um convite

Respondamo-nos com alegria

A contradição que nos bate a porta todo dia.  

  • Autor: Abel (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 15 de Agosto de 2021 22:28
  • Categoria: Reflex√£o
  • Visualizações: 14


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.