Jose Altofe Queirolo

Minha Companheira

 

Minha Companheira

 

Perdido na trilha da solidão,

Nossos caminhos cruzaram-se,

Eu me encontrei.

 

Delirando de paixão,

No sabor de seus beijos,

Eu sonhei.

 

No caminho florido,

Que leva ao altar, o meu amor

Te prometi.

 

De mãos dadas com a felicidade,

Na tua alegre companhia,

Eu vivi.

 

Sofrendo com seu destino,

No corredor frio do hospital.

Me desesperei.

 

Abraçado à sua lembrança,

Aos pés de teu túmulo,

Eu finalmente chorei.

Comentários2

  • edson ovidio

    Meu Caro amigo poeta, somos solidários com suas tristezas. Que bom que podemos ler sobre o sentimento do amor e poder estender esse sentimento além do ponto final da vida física.

    • Jose Altofe Queirolo

      Estimado poeta, sou grato pelo apreço e solidariedade, nesse caso a tristeza é poética, pessoalmente vivenciei até a penúltima estrofe e felizmente quis o destino que os últimos versos pudessem ser ficcionais, mas imbuído em comoção consegui projetá-los ao personagem. Gratidão por seu comentário. Abs.

    • Jessica de Oliveira

      Lindo para se ler, triste para se viver...
      Parabéns!

      • Jose Altofe Queirolo

        Obrigado por sua valorosa e sensível apreciação. Abs.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.