Bird

Insensível

Desprovido de sensibilidade

com seu olhar amargo

mostrou que não me amou

Garoto insensível

Jurou o sentimento

prometeu seu pequeno infinito

grande incógnito

Tua beleza me encantou

tua frieza me congelou

e tua mão não me estendeu

quando te precisei não me ajudou

garoto insensível

Teus sorrisos tão belos

tão falsos...

Mesmo com desamores 

meu coração te pertençe

mesmo por que não

entendes..

Procuro amor 

encontro dor

Quero inspiração

alguém ás palavras dedicar

encontro alguém a me zombar

Mesmo contudo

quando cai te levanto

sigo ao teu lado andando

sempre te amando

E você minha mente

atormentando

Garoto insensível

Comentários1

  • Bernardo

    Poesia muito linda

    • Bird

      Obrigada,porém obviamente não chega aos pés de garota grega.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.