Bruh Poesias e Luz

A beleza da noite...


A beleza da noite está em detalhes sutis...
Como em sua escuridão penetrante,em seu silêncio aconchegante e na hora propícia de amar para os impetuosos amantes...
A beleza da noite pode ser admirada como uma beleza rústica,vista no brilho das estrelas e na luz do luar...
A noite é calma pra uns,já pra outros desabrocha monstros internos...
Os dias são seduzidos pelo verão e a noite e a preferida pelos momentos gélidos e insanos do inverno...
A noite tem seus segredos,seus medos...
A noite tem uma beleza angelical e ao mesmo tempo infernal...
Tolice de quem pensa que a energia de toda noite é igual...


Ela resplandece alguns, mas entristece outros!
É enigmática, só os de corações soltos
E mente aberta conseguem compreendê-la!
Porque enxergam além de sua cortina escura,
Pois usam o coração, ainda que a razão não queira
E o clarão da lua, juntos às estrelas,
Tentem esconder a essência que desfila nua
ao longo d'noite, mas a resiliência dos amantes
não se ilude e procura para o seu desamor a cura!


A beleza da noite tem uma sutileza de invejar
A noite parece uma dança apaixonada e envolvente,entre a luz das estrelas e o brilho do luar...
A noite é como uma dama misteriosa que vai a caça
A escuridão que a noite traz consigo,é pros amantes da intensidade uma devassa...
A noite é como o uivar de um lobo solitário
A noite por vez ou outra serve como uma máquina do tempo nos pensamentos que nos levam de volta ao passado...



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.