EDUARDA ANDREOLLA

A falta do amor

Já quis um amor de verdade

Já quis esquentar meu coração

Hoje em braços qualquer esquento meu corpo

No prazer sublime da noite quente

Sinto o fogo e pouco afeto de um estranho

Imaginando o quão bom seria se estivesse em seus braços

Talvez o amor não seja para mim

Ou talvez eu não seja para o amor.

Comentários1

  • Poesia, Eu Sou iamai

    O amor, o que vai no coração não é fácil.
    Belo poema.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.