Jucklin Celestino Filho

DEFORMIDADE MORAL

A maior deformidade

Não é a física, é a moral.

É natural

Que sintamos

Alguma piedade

Quando vemos

Alguém prostrado

Na sua imobilidade

Física, graças à doença

Que o acomete,

Contingência da vida

Que não dá, não tira,

Não acrescenta,

Se a pessoa não o merecer.

 

Triste ver a situação

De alguém

Que para movimenta-se,

Ou realizar

Alguma tarefa,

Vai sempre precisar

Da ajuda de outro outrem,

Coisa que sentimos

Muita compaixão

Pela pessoa em questão

Ter sido acometida 

De terrível moléstia 

Que imobilizou 

Seus movimentos corporais ,

Deixando, entretanto, intacta,

Sua função mental ,

Seu modo peculiar 

De agir e de pensar!

Outrossim, sua mente, velozmente 

Se move, e pode  ser usada 

Para a prática da maldade ,

Uma arma letal

Para o alvo a que mira!

 

A comiseração que sentimos,

Se desfaz num segundo,

Quando o camarada 

Ao qual nos referimos,

Ficamos sabendo por atitude 

Maquiavélica dele

Que traz no rosto aparência de santo,

E no peito embuçado 

Um requinte de crueldade,

Enrustido por gestos 

E maneirismos de bom moço,

Capa de sujeito bonzinho 

Que compunha como escudo,

Pois seu intimo comanda 

O que ele é na realidade:

Um falsário. Um sujeito 

Oculto.Homem de duas faces!

 

Na verdade, cuidado tenha!

Criatura desse naipe

Age qual lobo 

Em pele de cordeiro 

Ao parecer um coitadinho,

Inofensivo carneirinho 

A quem baixa a guarda. 

De repente,

O lobo cruel se revela:

Se movimenta mentalmente

Única  e exclusivamente 

Para praticar 

Diabólica patranha,

Tamanha arapuca arquitetada

Em ações cruéis ,

Traiçoeiras e deletérias,

Nos bastidores 

Da sua infâmia,

Com o intuito 

De a um objetivo torpe chegar:

Quebrar as regras do jogo,

Obter o resultado 

Que lhe convenha

E a comandos outros. 

 

Na perversidade  constrói 

Um infame escopo 

Previamente bem trabalhado.

Pífio camarada 

Que  oculta 

Na sombra da iniquidade,

Sua deficiência moral --

Uma deformidade 

Em si incrustada,

Doença que corrói 

Mas a alma do que o corpo!

:

 

 

 

Comentários2

  • Lady Hawke

    Poxa!
    Bom de ler
    Parabéns

  • Jucklin Celestino Filho

    Este poema classifiquei como triste porque é muito triste, no sentido de lamentar que exista pessoa tão má mais moralmente do que fisicamente. E sua enfermidade moral suplanta a deformidade física.

    • Lady Hawke

      Sim,infelizmente existem canalhas fazendo canalhices por ai
      mas nada fica oculto aos olhos de Deus.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.