santidarko

A pequena caixa de vultosos ornamentos escuros

A atra noite e sua túnica que cobre a realidade;
...ao retro dia,
que descrê de sobre-humanos e seu percorrer na temida trilha de atrocidade.


O que ninguém sabe ao certo ou se tem pouca certeza,
é banhado e disseminado;
como um privilégio expectorado de uma ególatra realeza.




Palavras sustentadas por frágeis arcabouços,
colidem em um Mundo,
que não fora feito para proteções e lógicas, revidarem;
para locuções caridosas,
...se afirmarem




As multivagas mentes que perfazem em arados do possível,
está em égide prontificado,contra a dilatação do definido e um,
recém -tangível


  

Comentários1

  • Ema Machado

    Profundo, falsas verdades incontestáveis, tudo se torna tão vago, tão inconfiável... Abraços,

    • santidarko

      Olá Ema!Sim..Perfeita análise!Tudo é possível,se abrirmos os olhos.ABRAÇOS.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.