Menino e a Lua

Tímido demais!




Chega de mentiras, e vem!

sinto o desejo, eu sei que tem...

Deixa eu tocar a sua boca!

Braços por cima do meu ombro,

enquanto eu tiro sua roupa!

 

Vem conhecer a liberdade,

aproveitar a libertinagem!

até o céu quantas vezes quiser,

aproveitando o Maximo a viagem!

 

Mostrar o toque mais ardente,

Entrelaçados de forma incessante,

Incendiando imediatamente.

desejo, mais desejo, constante.

 

Eu por cima, você por baixo

Na cama reviravolta,

você por cima e eu por baixo...

agora volta!

 

Deixa eu ver você me olhando,

quero te ouvir implorando!

Ou eu imploro, puxando seu cabelo,

"Eu quero mais! e mais..."

No seu ouvido "vem mais" te chamando!

 

Não confunda meu carinho!

A cara de safado que você diz,

Faz jus, faria coisas que nunca fiz! 

Você vai gostar,

eu não sou um menino bonzinho!

 

No meu colo, minhas mãos subindo

nas suas costas puxando seus ombros

empurrando seu corpo contra o meu

Aproveitando sem medo, sou todo seu...

 

Incontáveis formas de te dar prazer,

Com palavras, toques, gestos e beijos.

Deixa minha boca correr nesse corpo,

E ver esse rostinho enlouquecer!

  

Mas talvez eu nem saiba como fazer!

Menino ingênuo, sonhador, romântico,

Nenhum risco, pode pagar para ver.

Só sei falar de flores e com quem quero estar...

Sou tímido demais para o beijo, quer apostar?

Comentários1

  • Maria dorta

    Uau! Que menino treloso.! É ainda se proclama ...inocente,inexperiência?! Libidinoso poema...quem sabe dessa vez ela " desperta"?!

    • Menino e a Lua

      Obrigado pelo comentário Poetisa e pela presença tbm. Hahaha nao sei, essa Lua é um mistério rs



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.