CORASSIS

Saudade

Tua falta não há apaziguador complemento
Entristece me pela raiz com profundo tormento
Olhos sem candura são espelhos a lagrimejar
Saudade é ponte defeituosa para amar


Abraços desfeitos ,teus lábios de todo mel
Não tenho asas, ou anjo a merecer o  céu
Saudade assustadora é fogo fátuo a  queimar
Torna descontente , garganta seca e sem ar


Saudade prima da superstição a confundir
O que é real e o que nunca na vida vai existir?
Essa falta e a distância, temo sucumbir


O amor será apenas um imaginável companheiro?
No coração de vidro triste e hospitaleiro
Essa tua falta , não comprará nem todo dinheiro
  • Autor: CORASSIS (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 10 de Janeiro de 2021 13:59
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 58

Comentários5

  • Maria dorta

    Belo poema,Corassis! Que bom vê- lo aqui!

    • CORASSIS

      Gratidão pelo comentário!
      Abraço.

    • Jose Fernando Pinto

      Lindo texto amigo Corassis, parabéns!

      • CORASSIS

        Grato por comentar amigo Fernando,
        perdoe a demora em responder , abraço

      • Gisele Cunha

        Parabéns belo escrito! Sua poesia me fez sentir saudade de muitas coisas. Paz e bem.

        • CORASSIS

          Grato por comentar Gisele ,
          perdoe a demora em responder !!!
          Abraço

        • Edla Marinho

          Corassis, meu amigo poeta, falar da saudade é nisso que dá, um primor de sensibilidade!
          Amo seus versos, meu abraço!

          • CORASSIS

            Amiga Edla , sempre meiga e motivadora em seus comentários!
            Perdoe a tardia resposta ,rsrs
            Abraço .

          • Anna Macedo

            Belas palavras, Belo poema ????

            • CORASSIS

              Grato pelo comentário



            Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.