Egard Yosefh

Tempo

Tempo.

Há um propósito para tudo no tempo.

Só ele é capaz de realizar coisas que, fora do tempo, jamais seriam.

Ele é capaz de endurecer e fragmentar.

De aumentar e diminuir.

De fazer nascer, crescer e levar ao acaso muitas coisas.

Mas ele não é capaz de apagar algo produzido antes mesmo da sua própria criação, ou seja, fora do tempo. Na eternidade. 

Sim. O amor não é fruto do tempo. Foi criado antes do tempo para que o "senhor tempo", que tem o domínio de quase tudo, se lembre desde a sua mais tenra idade que também é parte da criação.

O amor é simples assim. Não briga com o tempo. Deixa ele passar. Quanto mais o tempo passa, maior o amor se faz.

Mais forte que a morte.  Mais longevo que as eras.

Oh! Tempo. Descobri algo que não podes controlar, pois perdestes para a eternidade o domínio do amor.

Escute senhor tempo:

O AMOR É ETERNO.

Comentários2

  • Maria dorta

    Bela reflexão. Tens toda razao: o Amor ganha do tempo,mesmo quando não é eterno!

    • Egard Yosefh

      Obrigado poetiza Maria

    • Shmuel

      Tempo, eternidade, amor! Que triunvirato filosófico e divinal!
      Lindo poema, Egard Yosefh

      • Egard Yosefh

        Obrigado poeta, seu comentário me anima.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.