Pedro Maia

Amor?

Quando se pensa no amor não há pensamentos 

Pois o amor, as vezes, é "coisa de momento" 

Amor ou paixão? 

Talvez só uma ilusão! 

 

Um até logo, um adeus

deixo você voar 

pois, deixei de te amar 

 

Mas como deixar de amar?

talvez eu nunca amei 

talvez você seja meu amor

talvez eu só gostei 

 

Amor, inexplicável

amor, inexistente

amor, impecável 

amor, ardente. 

 

Pedro Maia.

 

 

 

 

 

Comentários3

  • Helio Valim

    Parabéns Pedro! Belo poema. Esse é o eterno dilema, que intriga e estimula os poetas: Amor? Um abraço, Bem-vindo.

  • Alexandre Silva

    Pedro, meu nobre poeta!
    Parabéns pela abordagem de um tema que tanto me intriga, mas não canso de escrever sobre ele: esse tal "amor".

  • Zaira Belintani

    Parabéns, Pedro Maia!
    Bela reflexão sobre o amor, esse sentimento inexplicável.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.