JOHNNY11

No fim da linha



No alto do prédio

Eu não tenho outro remédio

A não ser acabar com o tédio

Que me provoca falta de oxigénio

 

Não vou deixar saudades

Porque não tenho grandes amizades

Este é um sonho tornado realidade

Que todo mundo já sabe

 

Eu não sinto mais nada

A única coisa que sinto é rejeição pela pessoa amada

Fiquei entre a espada e a parede

Quando ela me deu a escolher entre si e a minha casa

 

Foi aí que percebi que não dava mais

Que ela tinha de ficar atenta aos meus sinais

Mas aí já foi tarde demais

Já lá estava eu, estendido no chão, rodeado dos agentes policiais

 

Comentários1

  • Maria dorta

    Bonito e triste ao mesmo tempo! Nada nem ninguém merece que a empoderemos para deixar nossa vida no fundo de um triste poço. Mas,tudo é poesia e alegoria!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.