Fernanda Lima Andrade

Respeito

 

                    Respeito

 

Chega um momento em nossas vidas que aprendemos a real diferença de estar junto e ser mistrurado.Pois estar junto é como arroz com feijão podem ficar no mesmo prato,mas continuarão sendo arroz e feijão.

Assim estavam todos  vocês engasgado  pela multidão acumulando em sim mesma a chuva na nuvem que caia como cinza no chão.

 

Neste momento apareceu a CSO que nos levantou e nos dando a mão,mostrando que devemos ser café com leite quando misturados se forma um só.

 

E foi desta forma que CSO através da sua ternura tirou me da bagunça e me organizou, arrancando me do fundo do poço onde estavamos esquecidos,perdidos e vencidos.

 

Mas com seu amor e respeito me resgatou e no meu ouvido sua voz tão suave me diz: Que uma nova história Deus tem pra mim e um novo tempo, independentemente do que foi perdido.

 

Agora podemos dizer nesses 11anos de compromisso com os clientes que tem providência de Deus hoje aqui.

 

Digo pra todos colaboradores que foi pela graça do fogo e das chamas que vocês CSO são o rosto do futuro.

  • Autor: Ferdinanda (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 9 de Setembro de 2020 10:59
  • Comentário do autor sobre o poema: Esse poema foi feito para anivers├írio de 11 anos da empreza CSO
  • Categoria: Amizade
  • Visualizações: 16
  • Usuários favoritos deste poema: Luiz Rossini, Mari ana.

Comentários1

  • Maria dorta

    Uma prosa com ares de poema. Bravo!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.